A Microsoft divulgou a lista com os 15 finalistas brasileiros da competição Imagine Cup, que transforma projetos acadêmicos em startups de sucesso. Os trabalhos dos jovens serão analisados por um júri e os mais inovadores representarão o Brasil na fase mundial, em Seattle, e terão a chance de ganhar o prêmio de US$ 100 mil e receber apoio para implementar a proposta.

Em sua 15ª edição, o evento teve ao todo 199 projetos inscritos na etapa brasileira, um número acima da média global. Mais de 200 mil estudantes já participaram de campeonatos anteriores e nove equipes nacionais receberam algum tipo de premiação ao longo das 14 edições.

O critério de seleção era que os projetos utilizassem a computação em nuvem. Estão na lista alguns aplicativos, dispositivos inteligentes, jogos e até uma rede social, que podem trazer soluções inovadoras para os consumidores, os negócios e a sociedade.

Projetos finalistas

  • SapiEns – UFRS (RS): app que ajuda a otimizar o consumo de energia elétrica por meio de avisos instalados em dispositivos conectados à internet. Alerta os usuários quando há luz acesa em cômodo vazio.
  • Team Bridge – USP (USP): game para dar suporte ao tratamento de fisioterapia de pessoas com limitações motoras graves. Pretende melhorar movimentos, cognição e vocabulário dos pacientes.
  • Vibeye – UFC (CE): app para ajudar pessoas com deficiências visuais a se locomover, diminuindo o risco de acidentes. Um dispositivo e uma pulseira emitem informações do trajeto para o usuário.
  • UpFish – Unicamp + UFABC (SP): para tentar ampliar a oferta de alimentos, o software monitora a produção de pescado em sistemas de aquicultura. Os produtores abastecem o sistema com dados variados.
  • BubuDigital – IF Paraíba (PB): chupeta que monitora a saúde de bebês por meio de sensores de temperatura e umidade.
  • Dreampper – Unitau (SP): rede social que segmenta os públicos de acordo com os interesses de conteúdo, a fim de evitar repetições de informações, e que pretende criar espaços qualificados para anunciantes.
  • Appoint – PUC MG (MG): plataforma que conecta clientes com serviços de entretenimento que exigem agendamento antecipado, como teatros, campos de futebol, paintball e cinemas.
  • Crown Brawl – IFPI (PI): jogo 3D que se passa na Idade Média, no qual desafiantes disputam entre si em batalhas no formato de arenas. Personagens seguem mapas de acordo com características pessoais.
  • Ensina.aí – UFPE (PE): serviço de ensino à distância para alunos com baixo poder aquisitivo. Conecta professores voluntários com estudantes de escolas públicas.

No total, 60 times do mundo inteiro concorrerão na etapa final. A equipe vencedora da Imagine Cup 2017, além de ganhar o valor que a ajudará a concretizar o projeto e capitalizá-lo, vai poder contar com a assessoria e a experiência de quem já participou e de quem está na fase de implantação de seus empreendimentos.

O vencedor global também ganhará convite para a conferência de desenvolvedores da empresa, o Microsoft Build 2018. Por fim, os selecionados terão direito a uma mentoria exclusiva de Satya Nadella, CEO da Microsoft.