Talvez muitos não saibam, mas uma startup brasileira deu início, neste ano, a uma campanha no Catarse para arrecadar fundos com o intuito de desenvolver um carro elétrico conhecido como PodCycle. O projeto conseguiu ultrapassar a meta desejada de R$ 68 mil (o valor arrecadado foi de quase R$ 75 mil), permitindo ao grupo dar início ao desenvolvimento do protótipo do veículo. 

A startup em questão foi criada dentro da Universidade Federal de Santa Catarina, e a ideia do grupo é dar vida a um carro com bateria de lítio capaz de carregar duas pessoas, alcançar 100 km/h e ter autonomia de 100 quilômetros. Ele também terá 2,6 metros de comprimento e pesará 650 quilos, e seu tempo de recarga será de 1h (forma rápida) ou 4h (mais lenta). 

Também houve a menção de que o PodCycle será fabricado na oficina da equipe, localizada na Cidade Criativa Pedra Branca, em Palhoça (SC). A ideia é que ele tenha uso urbano e seja utilizado dentro de um método de carsharing (algo similar ao projeto de aluguel de bicicletas do Itaú) com o auxílio do serviço PodShare. Aqueles que quiserem pilotar um desses vão ter que pagar uma mensalidade de R$ 10, mais R$ 16 por meia hora de uso do veículo.

Passeando por aí 

A página do projeto do Catarse também mostra que o PodCycle fará um tour por algumas cidades brasileiras. As confirmadas são Palhoça e Florianópolis (ambas em Santa Catarina), Curitiba (Paraná) e São Paulo. Outras cidades seriam adicionadas ao “rolê” caso a meta fosse ultrapassada com uma margem maior, e o destino seguinte (Campinas) receberia a visita do carro caso fosse alcançada a marca de R$ 76 mil em doações. 

Outra informação mencionada no Catarse é que o tour está marcado para iniciar em algum momento de julho de 2016, em data a ser anunciada pela equipe que está trabalhando no desenvolvimento do PodCycle.

Você teria curiosidade de dirigir um carro elétrico fabricado no Brasil? Comente no Fórum do TecMundo