Através de um evento organizado na manhã desta terça-feira (1º) para membros da imprensa, o Mercado Livre revelou algumas estatísticas sobre seu crescimento ao longo de 2015 e expectativas para 2016. Embora o Brasil esteja enfrentando uma crise econômica, a companhia registrou um faturamento de US$ 651,8 milhões ao longo do último ano – sendo que, desse total, US$ 290,6 milhões vieram de terras tupiniquins.

Em nosso país, esse crescimento pode ser traduzido como 6% em dólares e 50% em reais em relação a 2014. Globalmente falando, o aumento foi de 17% ao ano. No total, somando todos os territórios em que a companhia atua, foram vendidos 128,4 milhões de produtos no marketplace. Outro produto que vem satisfazendo a companhia é o Mercado Pago, sua plataforma de pagamentos, que teve uma alta de 73,7% com 80,4 milhões de operações.

Já o Mercado Envio, plataforma de frete que no Brasil funciona em parceria com os Correios, foi responsável pelo envio de 70% das mercadorias vendidas no país e 50% no total com os outros três territórios onde o serviço é oferecido (Argentina, México e Colômbia). Aliás, vale lembrar que o Mercado Livre abriu operações em três novas localidades no último trimestre de 2015: Bolívia, Paraguai e Guatemala. Com isso, a marca agora está presente em 16 países.

Stelleo Tolda, vice-presidente executivo e COO do Mercado Livre, avalia o ano de 2015 como um dos melhores desde a fundação da empresa. “Conseguimos executar o plano estratégico traçado para o período e obtivemos resultados favoráveis nas principais iniciativas”, afirma. Em relação a 2016, Tolda promete: “Manteremos nossos principais esforços focados na inovação e na cultura organizacional que coloca o cliente no centro das nossas ações”.

O que você costuma comprar na internet? Comente no Fórum do TecMundo