Nos últimos cinco anos, a produtividade dos norte-americanos está quase estagnada, crescendo apenas 0,3% em média entre 2010 e 2015. Embora as razões para isso não sejam claras e existam diversas hipóteses a respeito, um professor da universidade de Georgetown tem um culpado muito claro: o smartphone – mais especificamente, a capacidade que ele tem de distrair os empregados.

Cal Newport descartou que a queda na inovação tecnológica ou até mesmo a "ressaca" da recessão que atingiu os Estados Unidos entre 2007 e 2009 sejam a causa da queda de produtividade. "O período entre 2010 e 2015 foi quando o smartphone deixou de ser apenas popular e se tornou algo essencial e, com essa transição, novas expectativas sobre conexão constante deixaram apenas o escopo social para chegar ao local de trabalho", afirmou ele.

(olho: o hábito de ficar constantemente checando o celular por mensagens e aplicativos sociais estão tirando o foco dos empregados no trabalho)

Em outras palavras, o hábito de ficar constantemente checando o celular por mensagens e aplicativos sociais estão tirando o foco dos empregados no trabalho e, portanto, fazendo com que produzam menos. Newport afirma: "Sem surpresa, diversas pessoas do setor de conhecimento falam sobre os últimos cinco anos como sendo o ponto crítico para que o incômodo com diversos e-mails não lidos tenham se tornado um ressentimento profundo".

E você, não consegue largar do seu smartphone no trabalho?

A solução proposta pelo professor, consequentemente, não é nada surpreendente também: abandonar o celular um pouquinho. "Só porque a conectividade constante se tornou algo normal no trabalho, não significa que é uma coisa boa", afirma. "A hora chegou para parar de se distrair com esse mundo louco por e-mails e mensagens que criamos e perguntar com clareza e humildade: isso realmente faz algum sentido?"

A alegação de Newport até é justificada por alguns estudos indicam que o cérebro humano não lida muito bem com a condução de múltiplas tarefas ao mesmo tempo – outras até afirmando que não conseguimos ser multi-tarefas de jeito algum.

Com a recessão sendo algo persistente aqui no Brasil, você concorda com Cal Newport ou acha que existem outras coisas mais importantes que contribuem para a crise? Deixe sua opinião nos comentários!

Você checa muito seu celular durante o trabalho? Comente no Fórum do TecMundo