A companhia aérea Virgin America é reconhecida nos EUA como uma empresa que oferece uma ótima experiência para o passageiro. Os aviões têm um design legal, há recursos exclusivos, e o bom atendimento é notório. Contudo, o site da empresa não tinha nada de especial em comparação com os da concorrência, e ela queria mudar isso.

A Work & Co. entrou em cena para ajudar nessa parte e criou um dos projetos mais bem avaliados nesse setor. O site da Virgin agora é totalmente focado na venda de passagens e recebeu uma remodelação completa no design para que fosse leve o suficiente para carregar rápido em qualquer aparelho (computadores, smartphones e tablets).

O caso Virgin é um dos que o pessoal da Work & Co. mais gosta, por uma série de motivos e também é um dos que geram mais reconhecimento para a empresa, que tem escritórios em Nova York, Portland (nos EUA) e agora um no Rio de Janeiro. Na verdade, essa base brasileira já existe há pouco mais de um ano, mas só será inaugurada oficialmente hoje (8).

Reinventar

O TecMundo conversou com Marcelo Eduardo, um dos sócios-fundadores da Work & Co., e ele nos explicou como a companhia “opera sua mágica” na consultoria e na criação de produtos digitais para outras empresas.

“A gente tem como missão ajudar empresas de todos os portes a criar produtos digitais que as pessoas gostem de usar. Nosso foco fica muito no lado do cliente, mas também no do negócio que contratou a gente”, explicou Eduardo.

Nosso foco fica muito no lado do cliente, mas também no do negócio que contratou a gente

O principal trabalho da Work & Co. é criar sites e apps para as mais diversas plataformas (web, smartphones, smart TVs, consoles etc.) que sejam de alguma forma inovadores, a fim de trazer resultados palpáveis.

No caso da Virgin, a empresa aérea conseguiu vender 10% mais passagens depois que o site entrou no ar, bem como diminuir em 20% as ligações de clientes para o call center, já que o site passou a resolver os problemas com mais eficiência e facilidade.

E a crise?

Por enquanto, a empresa não pode revelar o nome nem os projetos nos quais estão trabalhando no Brasil, mas abriu escritório aqui por entender que existe demanda mesmo no meio da crise.

“Por causa da forma como a gente se posiciona, nós sentimos menos o impacto da crise. Isso pelo fato de trabalharmos sempre os principais canais de comunicação das empresas, e elas não podem diminuir os investimentos nesses canais porque são sempre a maior fonte de renda delas”, esclareceu Eduardo.

Nós sentimos menos o impacto da crise

A boa saúde financeira da Work & Co. também se deve ao fato de grandes projetos de sucesso terem atraído mais e mais clientes. A companhia atualmente tem uma demanda maior do que a sua capacidade produtiva, e isso garante a eles o luxo de escolher no que querem trabalhar.

“Levamos sempre em consideração o quanto o cliente quer reinventar seu negócio, qual impacto ele quer ter. Queremos trabalhar só em projetos que têm impacto e resultado”, afirmou.

Vídeo sob demanda

Eduardo e a Work & Co. são praticamente especialistas na produção de aplicação de vídeo sob demanda para TVs inteligentes e outras plataformas. Antes da Work & Co., o executivo foi um dos responsáveis pela criação do HBO Go. A empresa ainda ficou responsável pelos apps da Showtime, da ABC Family, do EuroSport na França e também participou da criação da interface das smart TVs da Panasonic.

Vários projetos da Apple também já foram executados pela Work & Co., mas Eduardo não pode revelar quais exatamente. Na Google, sua empresa faz parte de projetos do YouTube, entre outros.

As equipes dos três escritórios da Work & Co. trabalham de forma integrada, e praticamente todos os projetos têm profissionais dedicados em todas as sedes. No Rio, são cerca de 20 colaboradores, e a companhia está sempre contratando talentos que eles consideram “excepcionais”.

Se você acha que a empresa representa uma boa oportunidade profissional para você, confira esta página para entender melhor como eles trabalham e veja se vale a pena mandar um currículo.