Você usa o LinkedIn, aquela rede social "profissional", apenas quando está no mercado buscando um emprego? Saiba que isso é errado. Quem diz isso é a consultora Katie Fogarty, em artigo publicado na Fortune. Para lhe mostrar o motivo de isso ser errado, e lhe ajudar em se tornar um "mestre LinkedIn", elencamos algumas dicas que vão turbinar o seu perfil e a sua relevância dentro da rede social.

Além da consultora Fogarty, aqui você vai encontrar 10 dicas entregues também pela gerente de comunicação do próprio LinkedIn, Fernanda Brunsizian. Então, acompanhe os comentários das profissionais aqui embaixo — para se cadastrar na rede social, clique aqui.

Se você tiver alguma dúvida sobre o LinkedIn ou quer ficar atualizado sobre os recursos da plataforma, este é o canal.

Use fotos

Sim, muitas pessoas têm um perfil no LinkedIn sem foto. A imagem é extremamente importante na rede social, mas mostre essa cara bonita caso queira algum resultado.

Mostre esse rostinho lindo

Regularidade

Mesmo que você não seja um hard user do LinkedIn, acesse a rede social com certa frequência. Veja se tudo está atualizado e acompanhe as notificações que você recebe — não fique mais de três semanas sem acessar o site. Se possível, ainda participe de grupos de discussão para aumentar a sua rede.

Seja claro

Na hora de definir a sua profissão, seja claro. Por exemplo, a dica é usar, ao lado do seu cargo, algo como "apaixonado por sistemas de automação", caso trabalhe em indústria, por exemplo. Se você busca um estágio ou trainee, simplesmente colocar "Estudante" é uma boa.

Responda e converse

Responda as solicitações que receber, participe de grupos da sua área e comente publicações. Por ser uma rede social, é necessário que você se conecte com pessoas e seja relevante.

Personalização

Mostre aos outros que você sabe o que está fazendo e personalize a sua URL. Nas configurações do LinkedIn, você pode mudar o link para o seu perfil para algo assim: "https://br.linkedin.com/SEUNOME".

Fotos de fundo

Não faz muito tempo que o LinkedIn permite que você coloque uma foto de capa, similar ao Facebook. Evite caretas, fotos de viagens e de festas. Seja sóbrio neste quesito.

Se você não trabalha com eventos ou é DJ, talvez seja melhor evitar fotos de festas e baladas

Buscas

Caso você não saiba, é possível esconder quem você busca na rede social. Se você visitar um perfil, a pessoa visitada vai saber que você olhou a página em questão. Isso é ótimo se estiver procurando um emprego, já que o empregador vai perceber que você está interessado — do contrário, se você for um stalker, não se esqueça de desativar o recurso que está "on" como padrão.

Currículo

Na hora de preencher as suas informações, as dicas são: seja claro, seja simples e não invente história. Além disso, usar recursos audiovisuais, como fotos e vídeos de algo que você tenha feito, é essencial. Também não se esqueça de preencher campos de ações filantrópicas, voluntariado e causas, empregadores estão de olho nisso.

Seja encontrado

Além de definir bem as suas funções e ser claro em sua página, há um bom truque para você ser encontrado facilmente: abuse de palavras-chave. Na seção "Especializações", use palavras que empregadores normalmente usariam para encontrar profissionais de sua área. Caso seja programador, "PHP", "Ruby on Rails", "KeywordEye" e "Tester" servem como exemplos.

Palavras-chave vão lhe ajudar a ser encontrado

Siga

É possível seguir pessoas e empresas. Se você quer trabalhar em um certo lugar, siga-o no LinkedIn. Ao seguir com lhe interessa, você recebe notificações de maneira de mais rápida.