Após a conferência de revelação do Windows 10 S e do novo Surface Laptop, o CEO da Microsoft, Satya Nadella, tranquilizou os fãs dos dispositivos móveis da Microsoft. Em entrevista ao podcast Marketplace, ele praticamente admitiu que a atual estratégia foi mesmo abandonada, mas que há grandes planos para o futuro.

"Quando você pergunta se faremos mais celulares, eu tenho certeza de que faremos, mas eles não se parecem com os telefones que temos hoje", afirma. Vale lembrar que rumores acerca do lançamento de um "Surface Phone" já acumulam anos sem novas pistas da Microsoft, mas parece que esse deve mesmo ser o caminho seguido.

"Nessa altura, temos certeza de que nosso software está disponível em Android e iOS e é de primeira linha e procuramos a próxima mudança em forma e função. O que fizemos com o Surface é um bom exemplo. Ninguém antes pensou no 2-em-1, criamos essa categoria e a transformamos em um sucesso ao ponto de que há mais 2-em-1 vindo aí. É isso que queremos fazer", explica.

Vem coisa boa por aí?

Ele ainda desviou um pouco das críticas a respeito do abandono da linha Lumia ao falar que parceiras como a HP ainda estão no mercado como produtos Microsoft, enquanto outras preferiram focar em segurança. Ele cita também a tecnologia Continuum, que transforma o telefone em um desktop e deve ser mais aproveitada no futuro.

No fim das contas? Nadella fugiu da resposta, mas fez uma afirmação que voltou a encher o coração dos fãs de esperança. Quem sabe em 2018?