O assédio e o abuso sexual devem ser combatidos — e com todas as armas possíveis. O HelpMe, um aplicativo novo desenvolvido para os brasileiros, é uma dessas maneiras que as pessoas podem combater esses problemas.

A iniciativa é voltada para atacar o assédio e o abuso que acontecem dentro e fora dos metrôs e trens de São Paulo. Ele oferece aos usuários a capacidade de efetuar denúncias urgentes de maneira rápida ou detalhada, "ligar uma sirene" para sinalizar que estão com problemas, tirar fotos para registrar situações e identificar suspeitos, bem como gravar vídeos e áudios em caso de ameaças e outros problemas.

Outras capacidades do HelpMe são:

  • Consultar a situação das linhas do Metrô e da CPTM 
  • Avisar amigos sobre ocorrências nas estações 
  • Gerar avisos de ocorrência para justificar atrasos (Ex: no trabalho) 
  • Interagir com o app Uber caso precise pedir um

HelpMe

Apenas em São Paulo?

Os recursos de denúncia do HelpMe funcionam apenas em São Paulo. Contudo, segundo os desenvolvedores, os recursos de "Sirene e Tirar Fotos, Gravar Vídeos e Áudios podem ser utilizados por todos, em qualquer local e em qualquer estado, sem precisar de conexão com a internet".

"Para isso, é necessário que as empresas de transporte disponibilizem canais de denúncia que atuem no momento da denúncia, assim como o Metrô e a CPTM, em São Paulo", declara a equipe do app. "A proposta do HelpMe é conectar pessoas que precisam de ajuda com as empresas que vão socorrê-las no momento do problema, oferecendo recursos complementares que possam auxiliá-las a inibir ou registrar o problema até que a ajuda chegue até elas".