Se você está acompanhando as novidades da NVIDIA na GTC 2017, então deve ter percebido que o foco da empresa estava quase que totalmente voltado para soluções ligadas a inteligência artificial. Durante a apresentação principal da empresa de GPUs, o seu fundador e CEO, Jensen Huang, ressaltou que o curso de Introdução ao Aprendizado de Máquinas atualmente é o mais procurado na universidade de Stanford, por exemplo. E esse interesse só deve crescer, no que depender dos esforços da companhia.

Por meio de seu Deep Learning Institute (DLI), a NVIDIA oferece treinamentos sobre o uso de tecnologias relacionadas a IA, dando acesso tanto para desenvolvedores quanto para cientistas de dados e pesquisadores em geral. Em uma coletiva de imprensa durante a GTC 2017, a empresa anunciou que planeja usar a instituição para instruir 100 mil pessoas interessadas ao longo de 2017 – número 10 vezes maior do que o alcançado ano passado.

Em 2020, 80% dos novos aplicativos deve ter algum componente de IA

De acordo com a consultoria IDC, o total de novos aplicativos lançados com algum componente de inteligência artificial deve chegar a 80% até 2020, de forma que o investimento no DLI faz bastante sentido. Hoje, o instituto treina desenvolvedores durante eventos pelo mundo afora e realiza workshops dentro de grande empresas, instituições governamentais de pesquisa e universidades.

Aumentando o alcance

A NVIDIA está ampliando o currículo do DLI para incluir o uso aplicado de deep learning para carros autônomos, serviços na web, robótica, análise de vídeo e aplicações nas áreas financeira e de saúde. Além de seminários, oficinas e aulas orientadas por instrutores para desenvolvedores da Ásia, Europa e Américas, o curso está sendo oferecido online usando GPUs na nuvem por meio da Amazon Web Services e do Qwiklabs da Google.

Um dos workshops de deep learning ministrados pelo DLI em Bombay, na Índia

Para garantir que a meta de treinar 100 mil pessoas em 2017 será atingida, a NVIDIA está firmando parcerias para criar novas sessões de treinamento de deep learning e criando um kit de ensino com apoio do diretor de pesquisa de IA no Facebook, Yann LeCun. Além disso, a companhia está fornecendo materiais e treinando novos instrutores da Hewlett Packard Enterprise, da IBM e da Microsoft, formando professores certificados.

"Para atender à demanda esmagadora das empresas, agências governamentais e universidades, estamos expandindo dramaticamente as nossas ofertas, para que os desenvolvedores do mundo inteiro possam aprender a tirar proveito dessa tecnologia transformadora", disse Greg Estes, VP de programas para desenvolvedores da NVIDIA.