A troca constante de dados é algo vital para que os carros autônomos e veículos com tecnologias assistivas possam ter sucesso no mercado internacional.  E é claro que a segurança desses dados também é essencial... Afinal de contas, ninguém quer estar em um carro que pode ser invadido a qualquer momento.

Pensando nisso, a Toyota decidiu investir em uma tecnologia bem conhecida dos usuários de bitcoins: o blockchain. Esse é o nome dado às estruturas de dados criptografados que fazem trocas com assinaturas digitais com autenticação em tempo real e em infraestrutura distribuída — para garantir que somente as partes autorizadas estão conseguindo se conectar aos pacotes.

Esta tecnologia não é exatamente nova, mas conseguiu alcançar muito sucesso graças ao crescimento dos bitcoins — moeda que vem batendo recordes de cotação. Graças à segurança do blockchain, a Toyota Research Institute decidiu investir no sistema junto com MIT Media Lab e outras parceiras ainda não reveladas. Tudo isso para fazer com que a troca e o armazenamento de dados dos carros autônomos fiquem protegidos.

Ao que tudo indica, a Toyota pretende fazer com que essa rede distribuída seja levada aos carros autônomos e conectados nos próximos anos, mas ainda não se sabe quando isso poderá acontecer efetivamente. De qualquer modo, resta saber se a tecnologia de segurança que fez sucesso com os bitcoins vai ser tão eficiente nas plataformas automobilísticas.