A Microsoft promoveu recentemente uma reorganização e criação de divisões para otimizar suas frentes de negócios conectadas com serviços de nuvem, inteligência artificial e dados corporativos. A ideia é também preparar as equipes com as tecnologias emergentes, a exemplo do uso da máquina de aprendizado e oportunidades com realidade mista.

Gestores querem aproveitar o bom momento da companhia na Bolsa de Valores

O novo setor plataforma de inteligência artificial na nuvem Cloud AI Platform é liderado pelo vice-presidente corporativo Joseph Sirosh, que será o responsável por supervisionar as equipes do Azure Search, da Azure Machine Learning, do Microsoft Bot Framework, do R Server and the Algorithms e do Data Science Solution. A unidade reportará diretamente a Scott Guthrie, vice-presidente executivo da Microsoft Cloud and Enterprise Group.

Outra novidade é o núcleo Business Applications Group, liderado pelo vice-presidente corporativo James Phillips, à frente das “Soluções de Engajamento com o Consumidor” (Dynamics CRM) e produtos relacionado a Power Business Intelligence e Dynamics ERP, além dos serviços PowerApp,do Microsoft Flow, Azure Portal e SQL Server Reporting and Analysis.

Já a unidade Azure Growth + Ecosystems terá a chefia da vice-presidente corporativa, Charlotte Yarkoni, com foco na Azure e em mais desenvolvedores, companhias, vendedores independentes e parcerias, assim como as lojas digitais Azure Marketplace e AppSource.

A gigante de Redmond que aproveitar o bom momento com ações em alta para direcionar seus esforços nas iniciativas que têm impulsionado o crescimento recente. Segundo o MSPower User, as mudanças não devem acarretar em demissão de funcionários.