A Foxcoon afirmou em julho passado a construção de uma fábrica nos Estados Unidos para a produção de telas de LCD. A princípio as peças seriam destinadas a televisões e monitores, mas, segundo o The Wall Street Journal, a montadora vai fornecer os displays para o novo iPhone 8 da Apple.

Presidente da companhia, Terry Gou prometeu um investimento de US$ 10 bilhões para a criação da linha de montagem em Wisconsin. Estima-se que a fábrica poderá gerar até 13 mil vagas de trabalho em 6 anos.

Apesar da boa notícia, moradores são contra a chegada da empresa, já que o governo investiu US$ 3 bilhões somente  para que a Foxcoon se instale no local.

Scott Walker, governador do estado, minimizou as críticas e afirmou que a fábrica transformaria a região em um “centro tecnológico”. “Queremos atrair talentos de todo o país e de todo o mundo para nosso estado”, completou.

Caso a construção da fábrica seja confirmada, será a primeira desse tipo nos Estados Unidos. O The Wall Street Journal não cravou a notícia, mas o presidente da Sharp, empresa ligada ao grupo Foxcoon, disse em outubro que a companhia ampliaria suas linhas de montagem para outros países.

“Nós estamos construindo novas instalações de fabricação de telas OLED no Japão. Podemos fabricá-los nos Estados Unidos, também. Se nosso principal cliente nos exigir que fabriquemos nos Estados Unidos, como podemos não fazer isso?”, questionou.