Se você assina a newsletter do The BRIEF há algum tempo, pode ficar com a impressão de que temos algum tipo de cruzada pessoal contra o Facebook. Não é verdade, migos. A real é que, como falamos de negócios em tecnologia e o FB é meio que ~impiedoso~ nesse sentido, andou difícil dar um cara mais amigável a Zuck e companhia nos últimos tempos. Mas nada tema! Para conhecer a empresa mais de perto e ver se éramos ou não persona non grata por lá, demos um pulinho no Facebook Experience, que rolou na última quinta-feira (9), em São Paulo.

O que teve no evento? Coisa pra caramba: dez estandes temáticos abordando diferentes ferramentas da rede social e de seus sites e aplicativos irmãos, um keynote bacanudo de Deepti Doshi sobre como o FB cria comunidades engajadas e que fazem diferença na vida das pessoas, e, claro, um monte de cenários perfeitos para tirar AQUELA foto pro Insta (#luxo). Como a gente é serião (ô!) e não quiseram liberar as datas em que Watch e Jobs chegam por aqui, sentamos no estande “Questões Complexas” (melhor nome), abraçamos esse tema e batemos um papo com Esteban Israel, diretor de comunicações do Facebook para a América Latina. Saca só:

FB <3 BR

“O Brasil é um país superimportante para o Facebook, um dos maiores países para a gente. É um público que absorve tecnologia de uma forma incrivelmente rápida e com muita facilidade. Também tem uma questão bastante relevante: os brasileiros são ‘social by design’. São pessoas que naturalmente encontraram no Facebook e em outras plataformas uma extensão do seu tipo de personalidade fora da internet.”

Sobre o jornalismo

“Para construir uma comunidade informada e engajada civicamente, precisamos de uma imprensa saudável. Temos uma cota de responsabilidade e um compromisso de fazer com que o Facebook seja uma plataforma que faça sentido para os jornalistas.”

Preparado para as eleições

“Estamos aprendendo muito com as discussões nos EUA em relação às eleições e também com o que acontece na Europa – plebiscito do Brexit, na Grã-Bretanha, eleições na Alemanha e França e por aí vai. Por conta disso, desde o começo do ano, temos anunciado uma série de modificações de produtos tanto na parte de ads quanto na veiculação de notícias falsas. Várias dessas medidas já estão sendo aplicadas por aqui e muito mais coisa ainda vai ser trazida antes das eleições [de 2018]. Queremos que o Facebook seja um espaço de discussão política saudável e uma plataforma que contribua para um processo democrático positivo no Brasil.”

--

Curtiu o texto? Saiba que isso é só um gostinho do que é publicado diariamente na newsletter do The BRIEF, que traz as principais notícias do mercado de tecnologia pra você, todas as manhãs. É serious, é business, mas com um jeitão bem descontraído (#mozão). Pra assinar, é só clicar ali -> aqui.