Eddy Zillan tinha 15 anos quando resolveu jogar sua poupança em moedas virtuais. Na real, ele nem tinha nem idade suficiente para criar uma conta no Coinbase e Kraken, sites onde ele comprou cerca de USD 100 em ether. O que significa que teve que burlar os termos de serviço (que ninguém lê) da plataforma.

O garoto estava meio desconfiado por conta da ligação entre os tokens e o Silk Road. Mas, resolveu dar uma chance e se deu muito bem. Zillan conta que os primeiros USD 10 de retorno, em um dia, o convenceram de que a “parada era real”.

Eu pensei: Wow, fiz 10% de retorno em um dia. Isso é insano!

Em 2015, não havia tantos sites com dicas para investir em bitcoin nem youtubers sobre o assunto, conta o novo milionário em entrevista ao Business Insider. O rapaz conta que, no dia seguinte, ele já tinha investido mais USD 1 mil. E mais USD 5 mil e 6 mil nas semanas seguintes.

eddy zillan

Ele investiu, no total, USD 12 mil que juntou dando aulas de tênis nesse movimento pura #ousadia e #alegria. Ele até se chama "O lobo de Cripto Street". Sério.

Arrisquei tudo

Hoje milionário ostentação, o rapaz conta que passou meses lendo sobre criptomoedas, conversando com outros investidores e criadores de moedas virtuais. Ele reconhece que entrou "pegou o bonde" cedo e isso lhe deu uma vantagem em ganhos, mas também acredita que seus conhecimentos garantiram a maré positiva.

Eddy Zillan

Atualmente, com mais de USD 1 milhão, Zillan abriu a Cryptocurrency Financial e dá conselho para outros jovens interessados no assunto. Ele também vai lançar um app Coinalert.ly, para ser um guia aos investidores. Apesar de cobrar USD 250 por hora em seus conselhos, o rapaz afirma que seu objetivo é "fazer a comunidade cripto maior". Então, tá.

Curtiu o texto? Saiba que isso é só um gostinho do que é publicado diariamente na newsletter do The BRIEF, que traz as principais notícias do mercado de tecnologia pra você, todas as manhãs. É serious, é business, mas com um jeitão bem descontraído (#mozão). Para assinar, é só clicar ali -> aqui