Estamos em Austin, estamos no SXSW. Daí que durante o final de semana, Elon Musk causou o caos na cidade ao anunciar que ia dar uma passada no evento. Tudo começou no sábado, quando ele fez o maior bicão da história e se enfiou num painel com o elenco da série da HBO, Westworld. E ontem participou de um Q&A, com direito a presença dos cinco filhos e do irmão Kimbal na plateia.

Mas nem só com respostas e perguntas se faz um Q&A. Musk aproveitou para chamar Kimbal ao palco e, juntos, os dois colocaram o chapéu de cowboy (estamos no Texas, veja bem) e mostraram seus dotes musicais para o público - afinal Austin é a cidade dos festivais de música; afinal, o SXSW também um festival de música. É claro que filmamos Elon Musk e Kimbal cantando no SXSW. Não só isso como anotamos os destaques do evento ou apenas aquelas respostas que nos deixaram um pouco "WTF?!".

Rolou desapego

"Eu não tenho um business plan. Eu tinha business plans na época do Zip2." Tecla SAP: Zip2 foi uma empresa fundada por Musk e seu irmão, nos idos anos de 1995. Era uma espécie de páginas amarelas, que oferecia conteúdo para portais de notícia. Em 1999, foi comprada pela Compaq por USD 307 milhões. Basicamente, Musk não tem um modelo de negócios desde que tinha 28 anos (ele tem 46 hoje e, de lá para cá, fundou oito empresas). Outra coisa que o empresário também não tem: uma mesa nos escritórios de suas companhias. Quer dizer, até tem. Mas ele diz que muda a mesa de lugar o tempo todo, de acordo com a localização do maior problema do negócio num momento específico. Fale sobre perseguir problemas.

Musk falou de superação com a SpaceX e explicou sua admiração por Kayne West

Rolou momento superação

"2008 foi um ano difícil. Eu gastei todo o dinheiro [da SpaceX) . Eu tinha orçamento para três lançamentos e acabamos ficando sem dinheiro depois de os três fracassarem." Toda a história da SpaceX começou quando Musk criou um projeto chamado Mars Oasis, que visava pousar uma estufa experimental no planeta vermelho e cultivar plantas por lá. Para colocar o plano de pé, ele chegou a tentar comprar foguetes baratos da Rússia, mas não conseguiu. Até que percebeu que ele próprio poderia fabricar a parada. O primeiro lançamento da SpaceX rolou em 2006 e deu ruim apenas 33 segundos depois de o foguete deixar o solo. Toda a saga da companhia, aliás, forma uma baita lista de fracassos - os quais Musk decidiu relembrar num compilado ano passado. Também em 2017, a companhia levantou USD 100 milhões em investimento, o que fez seu valuation chegar aos 21,5 bilhões. Não à toa: estamos falando da empresa que conseguiu fazer um foguete pousar.

BTW: no sábado, Musk e os criadores de Westworld apresentaram um trailer inspiracional para o lançamento da Falcon Heavy (Saiba WTF é Falcon Heavy).

Rolou declaração de fã

Quem inspira você? "Kanye West." Parece WTF, mas dessa a gente já sabia. Quando o rapper foi eleito uma das 100 pessoas mais importantes do mundo pela Time, em 2015, Musk escreveu sobre o músico para a revista. Entre as coisas que dizia admirar em Kanye estava, surpreendentemente, a característica que faz muita gente odiar o sujeito: a falta dos sapatos da humildade. "Ele não acredita em falsa modéstia e nem deveria".

Rolou desabafo sobre a Tesla

"A Tesla é um ímã de problemas." De fato, é. Apenas no ano passado, perdeu USD 2 bilhões, muito por conta de problemas na fabricação do Model 3, o seu carro elétrico popular. Em novembro, a montadora queimava USD 8 mil por minuto. Num outro momento da apresentação, Musk disse que, se tivesse de apostar, diria que as chances de SpaceX e Tesla darem certo não são maiores do que 10%. Mesmo assim, alguma coisa o empresário deve estar fazendo de certo na montadora, já que investidores fizeram uma oferta de generosos USD 2 bilhões para que ele continue no comando.

A Tesla é um ímã de problemas, disse Musk

Rolou previsão do futuro

"Que nós tenhamos uma base em Marte e que comecemos a explorar o sistema solar", foi a resposta que Musk deu quando questionado sobre o que esperava do futuro. Consumo sustentável de energia e inteligência artificial bem desenvolvida também estavam na lista. Mas a gente vai focar em Marte porque, respondendo a outra pergunta, o fundador da SpaceX mostrou que já tinha todo um plano alinhado. A questão foi essa daqui: que tipo de governo você imagina para a primeira colônia de Marte? "Democracia direta e não uma democracia representada; todos têm direito a votar sobre todas as questões; leis curtas, porque leis longas são sempre suspeitas. Elas devem ser limitadas a um tamanho que todas as pessoas possam entender."

E um mini-papo sobre séries

Por fim, ele disse que a série Silicon Valley, criada com o intuito de mostrar os bastidores do… bem, Silicon Valley, começa a ficar precisa mesmo a partir do episódio 4. Assim, caso você queira saber.

Curtiu o texto? Saiba que isso é só um gostinho do que é publicado diariamente na newsletter do The BRIEF, que traz as principais notícias do mercado de tecnologia pra você, todas as manhãs. É serious, é business, mas com um jeitão bem descontraído (#mozão). Para assinar, é só clicar ali -> aqui