Quem acompanhava os eventos da Apple durante a época em que Steve Jobs estava a frente da companhia certamente lembra de quando o executivo utilizava a expressão ‘one more thing’ (mais uma coisa, em tradução livre) antes de revelar um dos grandes destaques da noite. Agora, essa mesma frase virou alvo de uma disputa judicial entre a Apple e a Swatch, empresa suíça de relógios.

Segundo o jornal Sydney Morning Herald, a Apple entrou na justiça da Austrália após a Swatch utilizar a expressão ‘one more thing’ para vender uma série de relógios inspirados em filmes noir no país. A empresa suíça alega que utilizou como inspiração a série de televisão “Columbo”, na qual um detetive que resolve casos em Los Angeles utilizava a frase antes de revelar suas pistas.

O caso da Apple não convenceu o juiz australiano. Em sua decisão, ele afirmou que o “significado simplório da frase” pesou contra a companhia norte-americana, concluindo ainda que a Apple nunca associou a expressão a algum tipo de produto específico, simplesmente usando a frase no seu sentido original, o de que o apresentador vai falar mais alguma coisa.

Essa é a segunda disputa entre as duas empresas que a Apple perde. Em outra batalha judicial, uma corte na Suíça alegou que a Swatch poderia continuar usando a expressão “Tick different” para vender seus produtos, por mais que ela seja semelhante ao “Think different” adotado pela Apple desde os anos 1990.

Apple perde disputa jurídica com a Swatch pela expressão ‘one more thing’ via TecMundo