O Disney+ vem aí, assim como o Apple TV+ e mais uma enxurrada de novas plataformas para concorrer no mercado de streaming e a Netflix, por enquanto a dona do pedaço, vem procurando por novas formas de manter sua base de assinantes — além de conquistar novos seguidores, claro. Uma das ações é diversificar os planos de uso e pagamento para diferentes praças e dispositivos, mas, ao que parece, a companhia já teria mudado dessa ideia.

Netflix realizou alguns testes recentemente em mercados selecionados para avaliar a cobrança semanal apenas para dispositivos móveis. Na Índia, o experimento foi conduzido com quatro valores: 65 rúpias (R$ 3,65), 125 rúpias (R$ 7), 165 rúpias (R$ 9) e 200 rúpias (R$ 11), cada uma com diferentes possibilidades de uso.

O mesmo aconteceu na Coreia do Sul, com assinatura mensal a 6500 won (R$ 22) para dispositivos móveis, com uma opção mais barateza a 3000 won (R$ 10,16) para algumas regiões e 1625 won (5,50) semanais. Isso também já havia rolado em algumas praças da Europa.

netflixFonte: Netflix

De acordo com o The Korea Herald, os resultados teriam mostrado para a plataforma que essas ofertas talvez não sejam assim tão vantajosas para a empresa. “Os testes foram concluídos e não podem não ser implementados como planos para membros. A Netflix continuará seus esforços para fornecer a melhor experiência de entretenimento para seus assinantes”, afirmou a plataforma ao jornal.

Ou seja, pode ser que o conceito não esteja totalmente enterrado, mas há grandes chances dele mudar bastante ou sequer ter aplicação na maior parte do mundo.

Netflix teria desistido de planos mais baratos com cobrança semanal via TecMundo