Muito em breve, Rodrigo Abreu, atual integrante do conselho de administração da Oi, assumirá o cargo de diretor-executivo da empresa. Na última terça-feira (16), Abreu deu uma informação um tanto quanto curiosa: a Oi pode vender sua unidade de telefonia móvel caso isso se mostre rentável.

"Se oportunidades não orgânicas aparecerem e gerarem valor, vamos analisá-las. Há múltiplos modos sustentáveis [no plano estratégico]. Se algo surgir, vamos olhar para isso, claro, mas isso não define nossa sustentabilidade", afirmou o executivo.

Se oportunidades não orgânicas aparecerem e gerarem valor, vamos analisá-las

Comprometimento com melhorias

Como a ideia de um comprador para a divisão móvel da Oi não é algo que está em vista no momento, Abreu mencionou que um dos focos da empresa é manter os investimentos nessa divisão, com direito à possibilidade de comprar o espectro de 700 MHz que será licitado pela Anatel em 2020 e entrar na disputa pelas frequências 5G.

"Estamos considerando participar dos dois. Vai depender de como a implantação está acontecendo, mas estamos analisando. Qualquer coisa que gere valor, vamos considerar", concluiu Abreu.

Oi pode vender segmento móvel caso 'gere valor', diz executivo via TecMundo