1995

O ano em que aconteceu a primeira edição da Electronic Entertainment Expo, conhecida pelos íntimos como E3. O gigantesco evento de games está rolando neste momento lá nos Estados Unidos e nossos amigos do Voxel estão fazendo a cobertura completa de tudo que aparece por lá. Por que estamos falando isso? Primeiro porque games são maneiros demais. Segundo porque tem muita grana envolvida nessa indústria, que tem valor estimado de aproximadamente USD 138 bilhões. Segundo aponta o Axios, o próximo hit no mundo gamer são os celulares, que já representam mais da metade do mercado global de jogos e, até 2021, devem movimentar sozinhos USD 106,4 bilhões no mundo. E como mostra a cobertura do Voxel, as grandes empresas estão ligadas nisso. A Square Enix dedicou boa parte da sua conferência para apresentar games mobile, enquanto a Bethesda não só lançou apps para celular como também apresentou uma tecnologia que facilita o streaming de seus títulos em smartphones. A Microsoft também dedicou um tempinho de sua apresentação para falar do xCloud, um app que chegará em outubro e transformará o Xbox One em um “servidor pessoal” para o usuário acessar games do console em qualquer lugar. Agora é torcer para a internet evoluir rapidão no Brasil e derrotarmos o maior vilão de qualquer jogador: o lag.

4

O número de fontes do site The Information (paywall) que lançaram a seguinte bomba: a Apple está de olho na divisão alemã da Intel, especializada na produção de modems para smartphones. A fabricante da linha de processadores Core começou sua investida no setor mobile quando comprou a divisão de redes sem fio da empresa Infineon, em 2011, por USD 1,4 bilhão. O problema, porém, é que os negócios desandaram e, neste ano, a Intel chegou a desistir de fazer chips 5G após perder sua principal cliente — que era, vejam só, a Apple, que voltou para os braços da Qualcomm após anos de briga. As coisas podem mudar, caso a empresa de Tim Cook tenha sua própria operação para desenvolver tecnologias wireless. A firma de Cupertino até andou contratando alguns funcionários da antiga divisão de modems da Intel, segundo o Information, o que mostra um interesse no negócio. Agora é esperar para ver se o namorico vira casamento. Apesar de nenhuma das envolvidas comentar sobre o assunto, o negócio pode ser uma boa pedida para as duas.

4 de julho

O dia em que deverá acontecer o leilão de uma estátua do faraó Tutankhamon em Londres. Dizemos “deverá” porque as autoridades do Egito estão movendo céus e terras (figurativamente falando) para impedir o evento. O que acontece: o país quer saber de onde surgiu a peça que está sendo leiloada, uma espécie de busto feito em bronze e avaliado em cerca de £ 4 milhões. A teoria é que a peça de 3 mil anos foi roubada do Templo de Karnak e obtida pela casa de leilões Christie’s de forma ilegal. Para se livrar das acusações, a empresa precisa apresentar a documentação garantido que a aquisição do objeto foi feita nos conformes. Ainda não sabemos o fim dessa história, mas já temos a impressão de que dará um caldo para um filme.

5

O número de letras que formam a palavra eVTOL, termo usado para mencionar os futuros táxis voadores — que podem estar em um futuro mais próximo do que a gente pensa. Nesta semana, a EmbraerX, subsidiária de inovação da Embraer S.A., apresentou ao mundo sua versão do carro flutuante: um veículo 100% elétrico e com propriedades autônomas. Com rotores de sustentação e impulsionamento, o táxi aéreo urbano suportará até quatro passageiros mais um piloto. Apesar de, pelas fotos, o bichão se parecer mais com um helicóptero mutante, seu design parece bem mais realista do que outros projetos de eVTOL que já vimos nesta longa estrada da vida. Se ficar no céu, a gente até confiaria de dar uma volta.

BTW: falando em céu, a Uber também divulgou uma atualização do seu serviço de carangos que desafiam a gravidade. A empresa anunciou que começará os testes internacionais do uberAIR em Melbourne, na Austrália. No trial aéreo, os veículos transportarão passageiros de sete shopping centers até o aeroporto da cidade, em um trajeto de 19 km que, espera-se, seja feito em 10 minutos (de carro, o tempo médio fica em 25 minutos). Não existe uma data definida para que os eVTO's comecem a operar comercialmente, porém a Uber já estaria com o ano de 2023 na mira para fazer o début do seu novo modal. As definições de high stakes foram atualizadas.

USD 114,9 milhões

A grana que a Centauro propôs para arrematar a Netshoes. Além de aumentar seu lance para adquirir a concorrente, a empresa de produtos esportivos acompanha uma promessa de injeção de capital de R$ 120 milhões na NS caso o acordo seja selado. Acontece que a vendedora mitológica de artigos esportivos têm concorrência. No fim de maio, o Magazine Luiza havia oferecido USD 93 milhões — o equivalente a USD 3 por ação — para colocar a Netshoes em seu carrinho. Daí que, nesta semana, o grupo SBF, dono da Centauro, elevou novamente a proposta para se manter vivo na negociação. Vale lembrar que a NS abriu seu capital na bolsa de Nova York em 2017. Desde então, acumulou um prejuízo líquido de R$ 241,5 milhões e resolveu procurar um novo rumo. Ou, no caso, um novo dono. O conselho da companhia deve se reunir amanhã para discutir em que pé as coisas andam. Trocadilho não intencional.