Todo mundo tem algo a ensinar e aprender. Foi a partir desta máxima que um trio de amigos de Ribeirão Preto, interior de São Paulo, decidiu montar uma startup e desenvolver uma plataforma para que pessoas comuns que querem ensinar se encontrem com tantas outras que querem aprender sobre os mais variados temas.

Tendo a internet como principal aliada, Weeazy, lançado recentemente, nasce para facilitar essa conexão, eliminando as barreiras geográficas e dando autonomia de agenda a quem vai ensinar e quem vai aprender. Os personagens que ingressam na plataforma são batizados de “weeazers”.

“Nossa ideia surgiu da possibilidade de conectar usuários que podem colaborar entre si na propagação e na evolução do conhecimento. A partir disso, a plataforma possibilita a monetização do tempo livre das pessoas, a exemplo do que o Uber propôs para motoristas comuns”, explica Felipe Moraes, sócio-fundador da Weeazy, ao lado de Laís Naddeo e Leonardo do Carmo.

Ensine e aprenda

Entre as grandes tendências que os desenvolvedores da plataforma identificaram como potenciais para engajamento estão Idiomas, Design e Programação, por exemplo. No entanto, o Weeazy está aberto aos diversos conteúdos que possam ser explorados entre interessados. “Como toda startup, surgimos da ideia de explorar um nicho de mercado em potencial e, não menos importante, ajudar as pessoas a trocar conhecimentos na internet, ambiente onde todos têm acesso fácil a todos”, comenta Moraes.

A plataforma funciona de maneira simples: os interessados em ensinar ou aprender sobre determinado tema fazem um cadastro pelo site. Ao preencher os dados, o usuário insere tags de assuntos de seu interesse para a troca de experiências. Então, o próprio sistema se encarrega de sugerir a conexão entre “weeazers” que possam ensinar e aprender sobre o mesmo tema.

Para manter a excelência e a qualidade das “aulas”, como curadoria, a ferramenta disponibiliza um ranking dos usuários mais ativos no site (representados por litros de mel), e quem participa das conexões para aprender dá estrelas a cada apresentação.

Você já marcou uma aula pelo Weeazy? Comente no Fórum do TecMundo