O atual mercado da tecnologia é ao mesmo tempo uma incrível terra de oportunidades e um mundo cruel. Se o seu produto não "pega" e o dinheiro não entra, restam poucas opções antes da morte certa — e o número de startups donas de apps ou serviços que deixam de existir tão rápido quanto estouram não para de crescer.

Para relembrar algumas dessas marcas, prestar homenagem e servir de lição para qualquer pessoa que inicar um negócio, existe uma página simples, porém especial. Trata-se do Startup Graveyard, que é justamente um cemitério online reunindo companhias que já não estão entre nós virtualmente.

Descanse em paz

Lá, você encontra marcas como o serviço de streaming Grooveshark (famoso e pioneiro, mas encerrado em 2015), o app de confidências Secret (que durou dois anos e juntou US$ 35 milhões em investimentos) e a 99Dresses (um eCommerce de troca de roupas que nasceu cedo demais e não conseguiu se sustentar, mas poderia dar certo hoje em dia).

Ao clicar na lápide das startups, você é direcionado para uma página que traz um breve epitáfio em inglês sobre cada marca. Lá, estão dados como o tempo de vida, o quanto ela conseguiu de investimento antes de "bater as botas", os concorrentes da época e até as razões para o fechamento.

No caso do Grooveshark, por exemplo, pesaram os processos das gravadoras, as acusações de pirataria e o fim do suporte mobile após um acordo entre Google, Apple e Facebook. Porém, os responsáveis pelo site deixam bem claro que entendem que o mercado é algo bem mais complexo e que cada resumo não é "fonte de verdade absoluta". Ainda assim, vale a pela prestar seus tributos.

Sentiu saudades? Você pode visitar o Startup Graveyard neste link.