A WOW Aceleradora está procurando startups com boas propostas para os setores imobiliário e de construção. A décima turma da WOW quer ajudar a resolver um problema gigantesco: o déficit habitacional do Brasil e do mundo.

A cada ciclo, com duração de seis meses, são selecionadas 4 a 5 startups de todo país. Este ano, o programa conta com a parceria do Construtech Ventures, venture builder focado em startups que resolvem problemas nos setores imobiliário e de construção.

Bruno Loreto, head do Construtech Ventures, explica a ideia:

Ainda é muito pequena a participação de startups desse segmento no ecossistema de inovação em geral, apesar do tamanho dos desafios que enfrentamos para superar os déficits habitacionais e de infraestrutura no Brasil e no mundo. O problema é gigante, e precisa de mais iniciativas de base tecnológica

Com a parceria, a WOW pretende investir em construtechs e proptechs pela primeira vez, conta Vicente Piccoli, coordenador de busca e seleção da aceleradora.

Acreditamos que é grande a possibilidade de surgirem excelentes negócios nos setores imobiliário e de construção, e esperamos receber mais candidatos a partir da parceria do Construtech Ventures

As startups selecionadas recebem investimento direto da WOW de até R$ 250 mil e mais de R$ 500 mil em benefícios como acesso gratuito a ferramentas e serviços de parceiros. Os selecionados de 2018 também contarão com o apoio do Construtech Ventures, que atua em todas as etapas do desenvolvimento desse tipo de empresa.

As inscrições estão abertas até dia 28 de fevereiro e podem ser feitas aqui.

Curtiu o texto? Saiba que isso é só um gostinho do que é publicado diariamente na newsletter do The BRIEF, que traz as principais notícias do mercado de tecnologia pra você, todas as manhãs. É serious, é business, mas com um jeitão bem descontraído (#mozão). Para assinar, é só clicar ali -> aqui